Tinkof oferece um milhão de euros para uma larga empreitada

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Tinkof oferece um milhão de euros para uma larga empreitada

Mensagem por Tiago Ferreira em Qua 8 Out 2014 - 9:04

Oleg Tinkof não para de surpreender o mundo velocipédico, que é como quem diz, quem tem dinheiro pode proporcionar grandes momentos de ciclismo. O seu ultimo repto foi proposto a quatro ciclistas, considerados os melhores ciclistas do mundo para provas por etapas de longa duração.

Tinkof propôs a Niballi, Froome, Contador e Nairo Quintana um milhão de euros, a dividir pelos quatro, se estes aceitarem, em 2015, fazerem a tripla : Giro – Tour e Vuelta. O dinheiro vem direitinho dos cofres do banco Tinkof, e será um pequeno aliciante para o quarteto. Para já, o único ciclista que se propõe à aventura é Alberto Contador, enquanto os restantes ciclistas ainda não se decidiram pelo convite do milionário russo.

Para o Tour de Pequim, este ano na sua ultima edição, Alberto Contador decidiu não participar, primeiro pela queda de que foi vitima no Giro da Lombardia, segundo porque seria muito difícil recuperar o primeiro lugar do ranking do World Tour, terceiro porque é sempre um risco correr na China, por causa do tão famigerado clembuterol.

Quem não vai estar na China também, é a equipa da Astana, impedida pelo código de honra adotado por todas as equipas filiadas no Movimento para o Ciclismo Credível ( MPCC), que entre o seu articulado especifica que uma equipa que tenha tido dois casos positivos no espaço de doze meses, se deverá auto suspender na corrida imediatamente a seguir à confirmação do segundo caso. Por isso mesmo, o russo Maxim Iglinskiy foi rápido a decidir, optando por prescindir da contra análise, abrindo as portas para que a Astana não estivesse presente no Tour da China, uma corrida que pelos vistos, todos querem ver o mais rapidamente fora do circuito mundial.

E por falarmos no ultimo caso de EPO da presente temporada, não será por demais recordar que aquilo que já se pensava estar erradicado, afinal não é tão linear como isso, a que não será alheio uma melhor aferição das análises que detetam já as chamadas micro doses que passam muitas vezes despercebidas. Nos últimos seis meses foram apanhados na malha seis ciclistas, entre os quais o conhecido Oscar Gatto.

Quem parece estar de partida o pelotão é o luxemburguês Andy Schleck, que convocou para a próxima quinta feira uma conferência de imprensa, cujo conteúdo não é conhecido. Especula-se que o tema será o seu abandono, algo a que não é alheio a difícil recuperação de uma operação aos ligamentos cruzados do joelho direito. Andy já não corre desde a terceira etapa do Tour e termina este ano o contrato com a TREK, sem que este tenha sido renovado, ao contrário do irmão Franck que ficará mais dois anos na equipa americana.

Na Bélgica disputou-se hoje, em Binche, o Memorial Franck Vandenbroucke, desaparecido no dia 12 de outubro, já lá vão cinco anos. E a corrida vale por isso mesmo, pelo facto doa homens do ciclismo belga, não se esquecerem daquele que foi considerado o menino bonito do ciclismo deste país, un enfant terrible, difícil de esquecer, pelo talento e pela beleza que era difícil de igualar.

O checo Stylbar foi o vencedor, ele que já anda um pouco dividido entre a estrada e o ciclocrosse.

Pouco utilizado, Ruben Plaza chegou a acordo com a Lampre-Merida, reencontrando desta forma Rui Costa.

avatar
Tiago Ferreira
Admin

Mensagens : 412
Data de inscrição : 09/09/2014
Idade : 36
Localização : Lemenhe City

Ver perfil do usuário http://aventuraradical.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum